Tratada como animal: Mulher é agredida e jogada às margens da BA-084, em Coração de Maria

Exposta aos mais diferentes perigos e situações, agredida
por pessoas que não entende a situação depressiva em que a mesma vive. Assim é
a vida de uma jovem senhora que vive nas ruas de Coração de Maria. Sem as
mínimas condições para uma vida digna, ela divide os espaços com cachorros
doentes, usuários de drogas, alcoólatras e pessoas em situações passageiras de
extrema pobreza e ou desamparo familiar.

Uma pessoa marginalizada e excluída da sociedade. O
problema é social e precisa urgente de uma solução.

De acordo com informações repassadas ao Coração Notícias, à
mulher apareceu seminua na inauguração da primeira etapa do Centro de Abastecimento
com a presença de várias autoridades e a sociedade em geral no último dia 01 de
junho, dia que em que foi comemorado o aniversário da cidade.
Ainda segundo os relatos, a mulher foi vítima de ofensas,
chegando ao ponto de ser agredida. Sendo tirada a força do local e abandonada
às margens da BA-084, nas proximidades da Pedreira Laje, já no município de
Conceição do Jacuípe.

Populares que passavam pelo local, chocados com a situação,
acionaram a Polícia Militar para prestar socorro à mulher.

Moradores informaram ao Coração Notícias, que a mulher vivia
no lixão na Fazenda Água Branca na região do Retiro em Coração de Maria.
Às vésperas dos festejos junino, o que tememos é que essa
situação se agrave ainda mais. Pois, para a chegada dos turistas e visitantes o poder publico  deve maquiar a cidade, para passar uma falsa impressão de que por
aqui está tudo certo.

A mulher em grave estado de vulnerabilidade que o diga. 

admin