VÍTIMA DE 6 ANOS FAZ CARTA E PEDE PRISÃO DE SUSPEITO DE ABUSO

Vítima de 6 anos faz carta e pede prisão de suspeito de abuso
Dois irmãos, de 6 e 9 anos de idade, vizinhos de um enfermeiro de 52 anos, escreveram uma carta pedindo a prisão do homem. As crianças eram vítimas de abusos sexuais cometidos pelo homem. Ele foi preso por suspeita de estupro de vulnerável na manhã desta segunda-feira (7 de agosto), em Campinas (SP). O delegado Rodrigo Luis Galazzo, responsável pelo caso, contou que o menino mais novo escreveu uma carta pedindo que o delegado o prendesse. 
O enfermeiro é funcionário do setor de nefrologia da Unicamp e foi indiciado nesta manhã na Delegacia de Paulínia (SP), com prisão temporária de 30 dias, por ser crime hediondo. “A natureza desses crimes não tem faixa etária, classe social. […] Essa prisão foi decretada há cerca de um mês, mas ele estava de férias, tirou licença. Hoje os policiais fizeram campana e ele foi preso no estacionamento da Unicamp. […] Estava voltando para renovar a licença”, afirma Galazzo em entrevista ao G1.
O Hospital de Clínicas informou queo suspeito trabalha no Centro Integrado de Nefrologia da Unicamp. A universidade ainda não se posicionou sobre a prisão. O suspeito é solteiro e não tem filhos. Ele e as vítimas são moradores do bairro de classe média de Paulínia, Jardim Europa. Ele foi ouvido no fim da manhã desta segunda e será encaminhado para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Campinas.
CARTA – A investigação contra o enfermeiro iniciou em janeiro deste ano, quando a mãe dos meninos denunciou os abusos. Eles passaram por atendimento com uma psicóloga em abril. O irmão mais novo fez um desenho do carro da polícia e escreveu uma mensagem ao delegado. “Eu quero que o […] seja preso para sempre. Para o delegado. Assinado, […]”, diz o texto. A psicóloga enviou a carta junto com um parecer técnico para a Polícia Civil. (Noticias ao Minuto)

admin