Sargento da PM acusado de envolvimento na morte de empresário é assassinado

O sargento da Polícia Militar Aílton Nascimento da Silva, conhecido como Careca, 49 anos, foi morto em Feira de Santana, no início da manhã desta quarta-feira (15). A vítima foi atingida com vários tiros, inclusive de fuzil na rua Quirinópolis, no bairro Brasília, após receber uma ligação e sair de casa.
O PM foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), mas não resistiu. Segundo ocorrência policial, o sargento foi surpreendido com vários tiros de arma de fogo, por indivíduos a bordo de um veículo Cruizer,branco, que se aproximaram e efetuaram os disparos.
Os investigadores da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), ainda não sabem a autoria e a motivação do crime.
A vítima recentemente foi inocentada da acusação da morte do empresário Gil Porto, fato ocorrido em 2014. O empresário do ramo imobiliário foi executado dentro do seu carro no Largo São Francisco, bairro Kalilândia.
O sargento foi preso em agosto de 2014, mas conseguiu liberdade provisória em outubro de 2016, concedida pelo ministro Marco Aurélio de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF).
Nota da PM 
O Comando da Região Leste anuncia o falecimento do sargento PM Ailton Nascimento da Silva de 49 anos, na manhã desta quarta-feira (15). Segundo informações preliminares, por volta das 5h55min,na porta da sua residência, quando foi surpreendido com vários tiros de arma de fogo, o autor estava em um veículo de cor branca, dados ignorados, fugiu do local. A Polícia Militar ainda não tem autoria e a motivação do crime.
O comando da Região se solidariza neste momento de dor e luto, com a família e amigos do policial. Sargento Ailton Nascimento, estava lotado na 67ª Companhia Independente, deixa esposa e dois filhos.
FONTEBLOG CENTRAL DE POLÍCIA

admin