Homem é barbaramente assassinado a tiros e pedradas

No final da manhã desta sexta-feira (17-11-17), por volta das 11 horas, José Carlos Santos de Oliveira, que era conhecido mais como Galego ou Da Lua foi assassinado barbaramente a tiros e pedradas. O crime aconteceu na localidade Beira Rio, próximo à antiga sede do Fluminense, no Rio Jacuípe, em Feira de Santana. A vitima teria chegado ao local dirigindo um veiculo Gol de cor Branca, placa OLD-6955.
Policiais do Serviço de Investigação da Delegacia de Homicídio e Proteção a Pessoa (DHPP), juntamente com peritos do Departamento de Polícia Técnica (DPT), sob o comando do delegado Gustavo Coutinho, compareceram ao local do crime, onde realizaram o levantamento cadavérico e iniciaram as primeiras investigações.
O delegado Gustavo Coutinho disse que, José Carlos, chegou ao local no veículo Gol e em seguida baleado e apedrejado. “A cena do crime aqui mostra que ele provavelmente foi atraído pelo criminoso ou criminosos, até esse local, ao chegar foi alvejado com tiros, ele correu até esse outro local, onde caiu e além dos disparos o ou os criminosos executaram com várias pedradas na região do crânio”.
“Então, onde ele recebeu os tiros ficou a marca de sangue e em todo o trajeto que ele fez quando correu, mas não aguentou caiu na frente desse galpão. O ou os assassinos para confirmar a morte passou a dar pedradas para terminar de matar. Tudo indica que ele morreu devido aos tiros e também das pedradas”, frisou Coutinho.

Ainda de acordo com o delegado, José Carlos já teve passagem na polícia por roubo e tráfico de drogas.

admin