Com salários em atraso, professores fazem protesto na casa do prefeito

Os professores da rede pública municipal de Tucano saíram em passeada na manhã desta sexta-feira (02) pelas ruas da cidade e fizeram uma manifestação  na frente da casa do prefeito Luiz Sérgio (PSD) para protestar contra o o que chamam de ‘descaso da gestão’ e cobrar imediatamente o pagamento integral do salário de dezembro de 2017.


De acordo com o Site Resenha Local, a Prefeitura havia informado que no último dia 31 seria pago o salário de janeiro e o restante de dezembro. Sem o dinheiro na conta, os professores decidiram realizar a manifestação. Na frente da residência, os professores cobravam a presença do gestor e exigiam a resolução do problema. “Ô doutor Sérgio, cadê você, eu vim aqui só pra lhe ver. Venha logo, doutor Sérgio”, cantava o grupo e tom de protesto.


No dia 30 de janeiro, os profissionais foram até o Ministério Público para falar e pedir celeridade na decisão judicial. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Tucano, José Nilson, informou ao juiz que se tratava de 700 pessoas, pais de família, que estavam sem receber salário e sem previsão.


Hoje, após a nova manifestação, a Prefeitura soltou uma nota de esclarecimento onde informa que mais 58% do salário de dezembro foram pagos, somando até o momento, ao todo, 80% do valor total depositados.


Segundo a nota, “os 20% restante serão creditados na conta dos professores até o dia 10 de fevereiro. Assim, o Governo Municipal lamenta o estado de greve decretado pela categoria, pois tem mantido o diálogo permanente com a classe, além de se esforçar para honrar com todos os compromissos assumidos com os servidores municipais de Tucano”, dizia a nota.


Ainda não há confirmação se o valor, de fato, foi creditado na conta dos profissionais.

admin