Viveiros: operação para conter troca de tiros entre facções termina com dois suspeitos mortos e dois presos

Após uma troca de tiros entre facções rivais, policiais militares realizaram um cerco no conjunto Viveiros, em Feira de Santana, na manhã de hoje (9), para contê-las e prender suspeitos. Durante a operação, houve um confronto com os policiais, na qual dois homens morreram e após diligências dois foram presos.



De acordo com o subtenente Amorim, da Rondesp Leste, a guarnição foi acionada para dar apoio aos policiais da 67ª Companhia Independente da Polícia Militar. Segundo ele, os homens estavam disputando pontos de drogas. A morte de um dos integrantes de uma facção também motivou o tiroteio entre os dois grupos. 


As duas pessoas que morreram durante o confronto com a polícia ainda foram socorridas pelos PMs para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiram. Os nomes ainda não foram divulgados.




Felipe Castro Cruz, 18 anos, que segundo a polícia estava com uma pistola Taurus ponto 40, com treze cartuchos, foi preso e apresentado na Central de Flagrantes do Complexo de Delegacias. Segundo o subtenente, ele foi preso ao ser visto pelos policiais saindo de um esgoto na Expansão Feira IX.


Inicialmente ele se identificou com o nome de Fernando, mas em seguida teve a identificação confirmada na delegacia como Felipe, um dos envolvidos na ocorrência do Viveiros.





O segundo preso foi identificado como Tiago César Carvalho Gomes, 31 anos, morador no Conjunto Feira IV, onde também houve diligências policiais como parte da operação.


Informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade.

admin