Estudante tenta separar briga e é atingida por faca em frente a escola

Uma estudante de 17 anos ficou ferida após tentar apartar uma briga entre duas jovens em frente à Escola Estadual Clovis Duarte de Barros, no município de União dos Palmares, Zona da Mata de Alagoas. O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira, dia (22/10).

De acordo com o policial Jorge Costa, da 11ª Delegacia Regional de União dos Palmares, a vítima estava conversando com uma amiga em frente ao portão de entrada da escola quando outra colega chegou e passaram a discutir. A agressora puxou uma faca e desferiu um golpe contra a amiga da adolescente.

A vítima teria percebido o perigo e puxou a amiga pelo braço, evitando que ela fosse golpeada. A faca acabou atingindo de maneira superficial o braço e a mão da adolescente, que precisou de atendimento médico.

Ela foi encaminhada à Unidade de Emergência São Vicente de Paulo com ferimentos leves. Ainda conforme a polícia, a agressora e a jovem que seria o alvo da agressão teriam um relacionamento, e a motivação da briga seria ciúme.

Direção da escola se pronuncia

A diretora da escola, Alana Carla, conversou com o Portal Berimbau Notícias e informou que a briga aconteceu antes do horário de entrada. Ela disse que a agressora não é estudante da escola e que a instituição realiza contínuas medidas para garantir a integridade dos alunos, professores e colaboradores.

“Temos dois vigias que revezam seus trabalhos durante o dia; temos vários portões até chegar ao acesso interno da escola, e no último, só passa quem é registrado. Também temos parceria com o 2º Batalhão da PM que faz rondas todos os dias pelo entorno da instituição e, quando possível, dentro da escola”, informou a diretora.

“O fato de ontem foi questão de minutos para a polícia chegar. A segurança dos alunos é nossa prioridade, e isso nunca aconteceu. Todos os estudantes só entram fardados e não há acesso de estranhos. Infelizmente, não podemos prever o que acontece fora do nosso ambiente”, finalizou.

As partes envolvidas compareceram à delegacia regional e confeccionaram um Boletim de Ocorrência. A Polícia Civil ainda vai iniciar as investigações e ouvir os depoimentos.



admin