Candidato à presidência do Senado, Coronel diz que “oposição sectária não cabe mais ao Brasil

“Oposição sectária não cabe mais ao Brasil. Sectarismo, jamais”, disse o senador Angelo Coronel, que foi diplomado nesta segunda-feira (17/12), durante a cerimônia, realizada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA), no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

Coronel, que recebeu quase 4 milhões de votos, reafirmou que será candidato à presidência do Senado Federal e já conta com alguns votos. Porém, ele preferiu não revelar ainda os nomes.
“Eu prefiro trabalhar calado. São seis candidatos. Então, se você fala o nome, os concorrentes vão atrás”, pontuou Coronel, que complementou.
“A tática é a mesma, como foi na Assembléia Legislativa”, brincou o pessedista.
Coronel afirmou também que ainda não esteve com o presidente eleito., mas teve uma boa conversa com o filho dele, Flávio Bolsonaro. Nos bastidores, comenta-se que Coronel já conta com apoios importantes no PSD, PT e PP.

admin