Homem preso em flagrante após matar irmão com dezenas de facãozadas alega legitima defesa

Policiais da 66ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), prenderam em flagrante na noite de quarta-feira (27-03-19), o açougueiro Wilson do Carmo Rosa, 39 anos, após o mesmo matar o próprio irmão Junior do Carmo Rosa. O crime aconteceu por volta das 19 horas de quarta-feira, na localidade conhecida como Olhos D’ Água das Moças, no distrito da Matinha, em Feira de Santana.
Segundo informações da polícia, Junior foi assassinado com dezenas de golpes de facão em várias partes do corpo. Após o crime, o acusado fugiu do local, mas foi capturado por policiais da 66ª CIPM e conduzido para central de Flagrante do Complexo de Delegacias do Sobradinho. O corpo da vitima foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e feito a necropsia.
Na delegacia, o acusado alegou durante entrevista ao Repórter Denivaldo Costa do Central de Polícia, que matou para se defender e o motivo seria desavença por causa de herança. “Não vou dizer ao senhor que eu tô arrependido, porque é a quarta vez que ele tentou me matar. Eu já entrei no HGE (Hospital Geral do Estado), e quando foi ontem, ele invadiu minha casa com um facão e eu me defendi”, contou Wilson.
Ele disse ainda que o irmão não se conformava com a divisão de uma herança e que cometeu o crime com a arma da vítima. “Vou pagar pelo que eu fiz e pedir vitória a Deus”, concluiu.
Ainda de acordo com a polícia, Wilson já foi condenado a 12 anos de prisão pela morte da companheira e ainda existe um mandado em aberto contra ele. O crime anterior foi cometido no ano de 2004.

admin