“Mulher errada”, diz prima de mariense morto devido a triangulo amoroso

O sepultamento de Bruno de Oliveira Rios, de 25 anos, aconteceu na tarde de sábado (27/4), no cemitério municipal de Coração de Maria e foi marcado por muita comoção e revolta de amigos e parente devido ao final trágico de um triangulo amoroso.

Segundo a polícia, Bruno morreu após ser atingido por quatro disparos de arma de fogo, no Largo da Madragoa no bairro da Ribeira, Cidade Baixa de Salvador.


Com base em relatos coletados no local do crime, a vítima estava acompanhada de uma mulher com quem se relacionava. Em determinado momento, um suposto ex-namorado da jovem, identificado por testemunhas pelo prenome Marlon, mais conhecido como “Perreu”, teria chegado ao local para agredi-la.

Testemunhas relataram que Perreu se aproximou da mulher, de prenome Francielle, no momento em que Bruno se afastou da mesa. Quando retornou, interviu ao ver a jovem sendo agredida. Ao perceber que Perreu estava armado, Bruno tentou fugir, mas foi alvejado na cabeça, tórax, perna e braço.

Bruno era natural de Coração de Maria e morava na localidade do Areal, na Ribeira.


admin