PSOL chama governo Colbert de fantoche

O PSOL realizou no último dia 25 de maio o IV Congresso Municipal em Feira de Santana. O encontro discutiu as diretrizes da atuação do partido no próximo período, principalmente como reforçar a organização partidária. Segundo nota distribuída pela assessoria do partido, com as diretrizes de construção partidária pautada pelo protagonismo das mulheres e da juventude, o PSOL atuará na luta contra os “governos Bolsonaro, Rui Costa e o governo fantoche de José Ronaldo representado por Colbert Martins Filho”. O Congresso também iniciou a discussão sobre o cenário eleitoral de 2020. Mas, ainda sem definição de candidaturas. Em Feira, o partido será presidido por Marcela Prest, que é militante feminista e integrante do Setorial Nacional de Mulheres do PSOL. “O partido será organizado para continuar ocupando os espaços e colaborando com outros setores que fazem luta, que fazem resistência e que têm o PSOL como uma referência. Que essa nova direção partidária possa ser mais uma ferramenta para potencializar as lutas que estão postas em Feira e que o PSOL possa ser uma alternativa à esquerda no parlamento, ocupando a Câmara de Vereadores com companheiros e companheiras que, de fato, farão diferença na formulação e implementação de políticas públicas”, disse.

Redação CN