COMPRA DE VOTOS: Prefeita e vice de Conceição do Jacuípe são absolvidos da acusação

A prefeita de Conceição do Jacuípe, Normélia Maria Rocha Correia (PRB), e o vice- prefeito, Antônio Carlos de Brito (PPL), foram absolvidos por 6 votos a 1 pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-BA) da acusação de compra de votos, durante a campanha de reeleição em 2016. A sentença foi dada na manhã desta segunda-feira (3/6), pelo juiz Abraão Barreto Cordeiro, da 192ª Zona Eleitoral. Na decisão, o juiz entendeu que Normélia Correia e Antônio Carlos Brito não cometeram abuso de poder econômico.

Normélia já havia sido condenada em fevereiro deste ano pelo mesmo tribunal, mas ela recorreu da decisão e a nova sentença saiu nesta segunda-feira. Ela enfrentava a acusação por distribuição de cestas básicas, feita pela empresa contratada pelo município para realização de coleta de lixo. O que se caracterizaria como compra de votos.
Na ocasião, uma servidora municipal ligada à Normélia acompanhava a distribuição das cestas básicas, enquanto fazia gestos com o dedo indicando o número 10, numa clara alusão ao algarismo utilizado pela chapa da então candidata.
Com a decisão, Normélia Correia irá concluir seu segundo mandato que se encerra em 2020, juntamente com o vice-prefeito Antônio Carlos de Brito.

Redação CN