Eleições 2020 já agitam os bastidores políticos em Coração de Maria


A um ano das definições partidárias visando as sucessões municipais – o calendário eleitoral determina que as convenções das legendas ocorram entre 20 de julho e 5 de agosto de 2020 – nomes surgem como possíveis pleiteantes à disputa pela Prefeitura de Coração de Maria . A prematura largada da corrida pela Paco Municipal agita os bastidores políticos: já há articulação para prováveis alianças.
No xadrez eleitoral, aparecem nomes de secretários municipais, assessores de deputados, vereadores, ex-prefeito e outros que nunca ocuparam cargos políticos ou foram testados nas urnas. Levantamento feito pelo Portal Coração Noticias e políticos cogitados para a disputa indicou cerca de 15 possíveis pleiteantes.
Cientistas políticos avaliam que a larga quantidade de pré-candidatos deve ser reduzida até a definição das chapas. Um professor universitário especializado em marketing político disse a nossa reportagem diz que o atual movimento das pré candidatos serve para “marcar território e mostrar força”, visando acordos futuros.
Avalia – se que o atual prefeito Paim da Farmácia (PT) deve ser o fiel da balança. Em seu segundo mandato, mesmo desgastado pode transferir votos para quem ele indicar.
Contudo, o professor e cientista político, acredita que a figura do não político deve surpreender. “Apenas o debate ideológico, direita versus esquerda, ou esquerda versus esquerda não será suficiente. Terá mais atenção (do eleitorado) quem defender projetos e programas que visem criação de empregos e retomada econômica principalmente na agricultura”.
Nomes no tabuleiro
Apenas seis entre os mais citados nos bastidores políticos confirmaram a condição de pré-candidatos ao Executivo mariense. O vereador e atual presidente da Câmara Alan de Kelé (PSD) afirma ter recebido o aval do senador Angelo Coronel e diretório estadual para disputar as eleições, lembrando que no PSD ainda tem o cunhado do senador Cesar de Fonfona e o assessor parlamentar, Alexandre Silva também como pré candidatos.
Ainda sem legenda, o empresário filho do vereador Zé Miranda, Zé Gol é outro que se coloca entre os prováveis concorrentes. Ele acredita definir a situação de bandeira partidária em breve. O blogueiro e radialista Alex Barbosa (PRP) admite a possibilidade de concorrer no pleito, mas afirma não querer tomar tal decisão de forma isolada.
O empresário Kley Lima genro da comerciante Flor de Lis pôs seu nome no páreo para disputar as eleições municipais do próximo ano. Pelo PP, é aposta do deputado federal Ronaldo Carlleto para o município, o vereador Marivaldo de Izidorio (PPS) confirma ser pré candidato, sem esquecer o comerciante Julio Moreno (PV) e o também comerciante Aloísio que estão podem ser pré candidatos em 2020.
Ainda sem ter um nome definido, PT também sinalizar e lançar candidato próprio. De acordo com informações obtidas com exclusividades, a agremiação deve definir o pré-candidato em breve e tem várias lideranças que podem concorrer ao pleito.
À frente da Administração Municipal desde 2013, o prefeito Paim da Farmácia (PT) deve realizar prévias partidárias para definir quem vai concorrer à sucessão em 2020. Ao menos quatro nomes são cotados.
O chefe de Gabinete Sandro Oliveira, o vice prefeito Luis Carlos, o secretario de Administração Washington Oliveira, Nelson Jú e a surpresa podem ser o nome do secretario de saúde, Jorge Figueiredo. O prefeito evita falar em público sobre sua preferência. Todos se dizem que a menção é sinal de reconhecimento do trabalho, mas afirmam que ainda é cedo para movimentação eleitoral.

Já o ex-prefeito e empresário Marilton Renova surgem como provável indicação da executiva estadual do PSD. “Ainda não é momento para isso”, afirma Marilton. Nos bastidores, cogita-se que ele é preferência da cúpula, sob o controle do senador Angelo Coronel e o deputado Estadual Diego Coronel.
Marilton não confirma sua pré candidatura mais uma coisa é certa dos quatro cantos do município o nome que se fala é do ex prefeito e o saudoso Derbal que faleceu em 2018. Sempre que houve mais de um candidato, realizaram-se prévias internas.
Quem viver vera!
Por Alex Barbosa o locutor que não amassa Barro para Faraó

Redação CN