Polícia prende mulher do PM acusado de matar Marielle Franco e mais dos suspeitos

Uma ação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público do Rio de Janeiro acabou com a prisão de três pessoas que supostamente atrapalharam as investigações do assassinato da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes na manhã desta quinta-feira (3), no Rio de Janeiro.

Elaine Lessa, companheira do PM reformado Ronnie Lessa, preso desde março, Márcio Montavano, conhecido como Márcio Gordo, e Josinaldo Freitas, o Djaca, foram os suspeitos presos pela Operação Submersus. A força-tarefa busca compreender o paradeiro da arma utilizada no assassinato.

Outro que deve se apresentar a polícia nas próximas horas é Bruno Figueiredo, irmão de Elaine. De acordo com o G1, ele já é esperado na delegacia.

Redação VN
[email protected]

Redação CN