ENTREVISTA com o chefe de gabinete Sandro Oliveira sobre ações do governo Paim e eleições municipais


Secretário, o pessoal está reclamando das lâmpadas queimadas, a prefeitura está tomando alguma providência?
Sandro: Sim, providencias estão sendo tomadas. A secretaria de obras e serviços públicos, desde a semana passada já vem fazendo reposição de lâmpadas queimadas. Aproveitando o assunto, para dizer que é desejo do prefeito Paim colocar lâmpadas de LED em todo município e já está sendo elaborando um projeto para ver essa possibilidade. Além de ajudar a poupar energia, as lâmpadas de LED geram economia de dinheiro para os cofres públicos, pois sua durabilidade é maior e sua manutenção, feita com menos freqüência, se torna muito mais barata.
E o problema das estradas da zona rural?
Sandro: Já tem mais de três semanas que o Departamento de Estradas e Rodagens está realizando o patrolamento e cascalhando em diversas localidades da zona rural. Trabalhando inclusive aos sábados e domingos. Pedimos um pouco de paciência para as pessoas porque são muitas as estradas, mas todas serão atendidas e com isso oferecer melhor trafegabilidade para todos.
Os açougueiros do centro de abastecimento têm cobrado a mudança para as bancas novas o senhor tem alguma informação a esse respeito?
Sandro: De fato os galpões dos açougues já estão prontos, mas a obra ainda não foi entregue oficialmente pelo governo do estado, isso porque ainda falta a entrega dos balcões frigoríficos, das balanças eletrônicas e das serras fitas para as bancas de açougues. Mas o que eu posso garantir é que na semana passada já foi autorizado o convênio para a compra desses equipamentos. Na manhã dessa segunda-feira (11/11) estive visitando o Centro de Abastecimento, com um representante do governo do estado e esperamos que em breve seja realizada a licitação dos equipamentos, respeitando claro, os procedimentos burocráticos.
E a questão da obra do Estádio Fernandão que está atrasada e o funcionamento do SAMU?
Sandro: A obra do estádio está atrasada, é verdade, mas tudo isso é em virtude de repasses do governo do estado. A empresa responsável pela obra só tinha recebido uma parcela do pagamento e a segunda só foi creditada na semana passada. A obra foi retomada, poço artesiano perfurado e vai instalar a bomba, e nos próximos dias vai começar o trabalho para o plantio do gramado. Quanto ao SAMU, a base está sendo estruturada, já foi solicitado a confecção das placas, o pessoal que vão trabalhar já participaram de cursos de treinamentos e dentro em breve estará funcionando.
Secretario tem alguma notícia sobre a água da embasa da região do Neto?
Sandro: Sim, hoje mesmo falei com o gerente regional da Embasa, Euvaldo Neto, e a obra estava dependendo da instalação de um transformador de energia por parte da Coelba, já foi instalado, está sendo testada a rede de água. E já solicitamos uma agenda com o Governador do Estado para a inauguração. Obra que vai beneficiar mais de 500 famílias das comunidades do Neto, Mendes, Terra Vermelha, Carrapato, Carvalhos, Furnas e Mangalô.
Secretário Sandro Oliveira mudando de assunto, você é pré-candidato a prefeito de Coração de Maria?
Sandro: Alex, outro dia você publicou no seu site uma matéria dizendo que eu seria uma opção do PT para ser candidato a prefeito. Claro que você especulou essa possibilidade, isso faz parte da imprensa nesse período pré-eleitoral, nada contra. O fato é que eu não disse que sou ou não candidato a prefeito. Primeiro que não depende só de mim. Política é grupo, ninguém ganha uma eleição sozinha. Quem vai dizer quem será o candidato do grupo é o prefeito Paim com o apoio das pessoas aliadas que fazem parte desse grupo que tem se mostrado vitorioso nesse sentido.
Mas você tem vontade de ser o candidato?
Sandro: O nosso grupo é vencedor, e quem não gostaria de ser esse candidato? Mas isso não me dá o direto de bater na mesa e dizer que sou candidato de qualquer jeito. Isso não existe como já disse, política envolve muitas coisas, a questão familiar, as amizades, o financeiro, entre outros. Muitas vezes você tem amigos, mas na hora de votar nem sempre aquele seu amigo cola com você. É por que não gosta de você? Não! É da política, é um processo natural. Como tem aqueles que não são amigos próximos, mas, no entanto, vota na pessoa por ver nela as qualidades que lhe agrada. Essas coisas têm que ser administradas.
Como você avalia dentro do grupo do prefeito Paim as pessoas que estão colocando o nome como pré-candidato?
Sandro: Temos bons nomes. O prefeito Paim sempre diz que o candidato dele vai ser aquele que votou nele para prefeito. E nesse contexto, nós temos bons nomes no grupo que tem todas as condições de ser o candidato. Podemos citar aqueles que já colocaram o nome como pré- candidato, a exemplo de: Zé Maurílio, Marivaldo, Klei, Luis Carlos, Zé filho de Zé Miranda, Washington. Esses já se pronunciaram dizendo que são pré-candidatos e são bons nomes.
E o seu nome não seria uma boa opção?
Sandro: Como já lhe disse nunca me pronunciei oficialmente como pré-candidato. Talvez por ter uma aproximação com Paim, independente de política, alguns associam o meu nome como um possível candidato. Assim como os amigos citados acima votaram em Paim, eu também votei e ajudei a coordenar as duas campanhas de 2012 e 2016, e terei a maior honra se for o escolhido para ser o candidato do grupo. Mas isso depende de muitas articulações. O fato é quem o prefeito escolher e o grupo apoiar para ser o candidato nós estaremos todos juntos.

Redação CN