Pacientes tomam medicação em pé e bolsas de soro são fixadas com pregos nas paredes do HGP

Situação foi registrada dentro do Hospital Geral de Palmas. Fotos também mostram pacientes internados nos corredores da unidade, apesar de secretaria negar superlotação.

Imagens feitas dentro do Hospital Geral de Palmas (HGP) na manhã desta segunda-feira (2) mostram pacientes tomando medicação em pé nos corredores da unidade. Além disso, as bolsas de soro estavam fixadas nas paredes com pregos.

Essa situação foi registrada nos corredores próximos ao pronto-socorro. Um paciente informou à TV Anhanguera que a superlotação realmente está ocorrendo principalmente na área de emergência do hospital.

Outras imagens mostram dezenas de pessoas internadas em macas nos corredores do maior hospital público do estado. Os problemas contradizem os números divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) no fim de novembro, quando afirmou que o HGP estava com apenas 82% de lotação.

Outro lado
A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que a situação ocorreu em momento que a unidade apresentou excesso de demandas de suporte de soro para pacientes em observação e a necessidade logo foi sanada.

“A SES destaca que o Hospital Geral de Palmas (HGP) é uma unidade portas abertas, ou seja, é um hospital que mantêm prontos-socorros e ambulatórios onde a população é atendida imediatamente e que recebe pacientes de todo o Tocantins e de estados circunvizinhos, oferecendo atendimento em diversas especialidades por meio de sua equipe multiprofissional”, diz a nota.

G1

Redação CN