ATO DE FÉ: Pais se recusam a enterrar filha, acreditando que ela possa ressuscitar

Andrew e Kalley Heiligenthal estão se recusando a enterrar a filha, Olive Alayne, morta na última sexta-feira (13/12), aos 2 anos, em um hospital na Califórnia, nos Estados Unidos. A menina passou mal em casa e foi levada às pressas a um centro médico próximo, mas não resistiu. A causa da morte ainda não foi determinada. O corpo da menina está sendo mantido em um necrotério.

Os pais acreditam que a filha possa ressuscitar. O casal está rezando quase ininterruptamente desde que os médicos declararam Olive morta. Eles são acompanhados por fiéis da Igreja Presbiteriana de Betel, da qual também fazem parte.
“Acreditamos em um Jesus que morreu e derrotou definitivamente todas as sepulturas, segurando as chaves do poder da ressurreição. Precisamos disso para a nossa pequena Olive Alayne, que parou de respirar ontem e foi declarada morta pelos médicos”, relatou a mãe.
“Estamos pedindo orações fortes e unificadas de todas as igrejas para que permaneçam conosco na crença de que Ele trará essa menininha de volta à vida. O tempo dela aqui não está terminado”, acrescentou Kalley.

Berimbau Noticias

Redação CN