Bebê morre após mãe deixá-lo no banho com o irmão


Lindsee Leonardo, de 32 anos, foi acusada do crime de negligência de menores, em Knoxville, nos Estados Unidos, pela morte do seu filho com apenas 11 meses.

De acordo com o The U.S. Sun, a mãe ligou para o 190 (991 nos Estados Unidos), na quarta-feira, afirmando que tinha encontrado o filho Ainden flutuando na banheira.

Seguindo as instruções dadas pela operadora das urgências ao telefone, ela ainda conseguiu reanimar o bebê, que foi, depois, imediatamente transportado para o hospital. Contudo, Ainden não conseguiu sobreviver às lesões e acabou morrendo, nesta sexta-feira.

Em declarações à polícia local, Lindsee Leonardo explicou que tinha deixado Aiden com o irmão, de dois anos, sozinho na banheira apenas com uns centímetros de água no fundo, porque precisava de ir fumar um cigarro por 10 minutos.

A mulher acrescentou que quando voltou da sua pausa, a banheira estava quase a transbordar de água porque o seu filho mais velho tinha aberto a torneira naqueles minutos em que os dois irmãos tiveram sozinhos.

Lindsee Leonardo encontra-se neste momento na prisão de Knoxville, enquanto aguarda pelo julgamento.

FacebookTwitterWhatsApp

Redação CN