Embasa flagra bar abastecido por “gato”


Em mais uma ação de combate a fraude no consumo de água e redução de perdas nos sistemas de abastecimento, a Embasa identificou e retirou várias tubulações clandestinas utilizadas para abastecer um bar na Rua Duarte da Costa, na Vila Rui Barbosa, na Cidade Baixa. Técnicos se dirigiram ao local após receberem denúncias anônimas de moradores descontentes com casos de falta d’água associados ao elevado desperdício de água provocado pelo estabelecimento. “Retiramos diversas derivações de ramais instalados indevidamente e realizamos os cortes com rigor, de forma a dificultar novas fraudes”, contou a gerente comercial da Embasa, Cristiane Gomes.

O bar possui duas ligações inativas, que passaram por corte por falta de pagamento, uma com nove meses de débito e outra com mais de 49 meses (mais de quatro anos). “O estabelecimento é reincidente em casos de fraude e tem R$ 5,9 mil em dívidas acumuladas com a empresa. Além disso, eles deverão pagar uma multa que incluirá a estimativa do consumo durante o período em que persistiu a ligação fraudulenta”, complementa a gestora. O bar não estava em funcionamento no momento da operação, mas os responsáveis deverão prestar esclarecimentos na 3ª Delegacia Territorial, no bairro do Bonfim. A ação contou com apoio da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Departamento de Polícia Técnica.

Redação CN