Sem dinheiro para ir a dentista, mulher arranca sozinha 11 dentes


Faz seis anos que alguns dentes de Danielle Watts, 42 anos, começaram a ficar moles. Sem dinheiro para pagar um dentista,a mulher começou seu calvário pelo sistema de saúde pública em Suffolk, na Inglaterra. Com uma grande fila de espera, Watts não conseguia marcar uma consulta com o especialista, e a situação acabou se agravando ainda mais com o início da pandemia.
Por não aguentar mais as dores, só restou à britânica uma alternativa: arrancar sozinha 11 dentes.
Em entrevista ao Page Not Found, Danielle, contou que o desespero a levou a tomar a decisão. “Foi no desespero mesmo. Não havia outra escolha ao não ser removê-los eu mesma. E os dentes estavam presos por pouco. Não havia cáries ou obturações. Mas abaixo das gengivas, eles já estava mortos”, disse.
Durante a entrevista ela contou como fez para arrancar os dentes. “Eles estavam tão soltos nas minhas gengivas que era apenas uma simples torção ou puxão. Foi assim que fiz, sem alicate, nem nada”.
Questionada se ela teve medo de sofrer um forte sangramento ou uma infecção, ela disse que não. “A maioria das minhas raízes está exposta, e os dentes estão moles. Então eles acabarão como o resto eventualmente”.
“A minha auto-estima está muito baixa. Eu tenho vergonha de aparecer com esse visual na frente das pessoas. A dentadura significaria o mundo voltando a sorrir para mim”, completou.
Na mesma entrevista, o dentista Jeter Ribeiro, especialista em Prótese Dentária, doutor em Implantodontia e professor da UFRJ explicou o caso. “A doença periodontal acomete a estrutura de suporte do dente. A gengiva funciona como se fosse um tapete do osso, e cada dente está inserido em de uma cavidade dentro do osso. Não é comum um paciente extrair os próprios dentes, mas no caso dela, com a perda óssea, às vezes o dente fica preso só na parte do tecido mole, só na gengiva. É como o que acontece com o dente de leite. A extração é fácil. Para não comprometer muito a autoestima da paciente, a solução é a prótese imediata, que é colocada logo após a extração”.

Redação CN