Homem se revolta após ser excluído de grupo do WhatsApp e registra BO

 


O caso ocorreu em Dourados, cidade no interior do Mato Grosso do Sul; denunciante alega que foi removido por ter exposto ‘suas opiniões’

Um homem de 39 anos foi a uma delegacia de polícia registrar um boletim de ocorrência na noite dessa quinta-feira (21) depois de ter sido removido de um grupo de WhatsApp. O motivo, de acordo com ele, foi ter exposto “suas opiniões”. O caso ocorreu em Dourados, cidade no interior do Mato Grosso do Sul.

Em testemunho, ele afirmou que ocupa um cargo técnico de nível superior em uma universidade pública e que é filiado ao sindicato da categoria. O grupo no aplicativo de mensagens é composto por outros filiados e pela presidência da entidade.
O homem relatou ainda que, nessa terça-feira (19), ele discordou de um posicionamento da presidente do sindicato que, em seguida, em suposta retaliação, o removeu do grupo.

No documento, registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) da cidade, o profissional pediu que houvesse preservação de direito, entendendo que, sendo o grupo uma forma de os filiados terem informações e opinarem sobre os assuntos referentes à classe de trabalho, ele teria tido sua permanência irregularmente vetada.
municipiosemrevista.

Redação CN