ACÚMULO DE DÍVIDAS: Ronaldinho Gaúcho tem sete dias para pagar pensão a ex ou pode ser preso

Ronaldinho Gaúcho tem até o dia 1º de dezembro para pagar a dívida de pensão que tem com a ex-noiva Priscilla Coelho. O jogador aposentado foi citado no último dia 11 de novembro, após dezenas de tentativas dos oficiais de justiça do Rio de Janeiro para encontrá-lo. Caso não cumpra o pedido de execução, ele poderá ter os bens penhorados e até ser preso.

De acordo com o advogado de Priscilla, Bruno Medrado, não cabe recurso nesta ação. “Neste caso o procedimento de execução, que já iniciamos para o recebimento do valor, já definido lá no processo que vai julgar a respeito da união estável, desta pensão provisória, não cabe esta discussão” explica: “Se ele quiser reverter essa decisão, ele tem que ir no processo principal. Que foi o que deferiu esta pensão provisória de alimentos. Agora é pagar ou pagar”.
Desde o dia da citação não houve qualquer movimentação no processo original, que corre em segredo de justiça. Até a segunda semana de novembro, Ronaldinho Gaúcho não havia sido encontrado para ser citado, mesmo estando no Rio de Janeiro. Desta vez, segundo fontes do Extra, ele foi encontrado após funcionários do condomínio onde mora na Barra da Tijuca, na Zona oeste da cidade, contarem à oficial de justiça onde ele estava.
O processo movido por Priscilla Coelho, que alega ter sido noiva de Ronaldinho durante seis anos, está tramitando desde 2019 na 1ª Vara de Família do Rio. A pensão provisória de alimentos foi deferida no ano passado e arbitrada em cerca de R$ 100 mil por mês. Ronaldinho está no Qatar, onde cumpre uma agenda profissional.

Informações do Berimbau Noticias

Redação CN