CONSCIÊNCIA PESADA? Engenheiro que matou esposa é atendido após bater a cabeça em grades de cela


Preso por matar a esposa a tiros, o engenheiro Reges Amauri Krucinski, de 43 anos, precisou de atendimento médico após bater a cabeça contra paredes e grades da carceragem da Delegacia Territorial de Porto Seguro na madrugada do dia 1º de janeiro.
Segundo informações da polícia, Reges sofreu diversos ferimentos e o socorro médico foi acionado. Com o homem, foram apreendidas três armas e munição e à PM, o engenheiro falou que é praticante de tiro esportivo.
Ainda de acordo com a Polícia Civil, ele confessou o crime e foi autuado em flagrante pelo feminicídio da jornalista Juliana de Freitas Alves Krucinski, de 41 anos, que era sua esposa.
O crime teria sido presenciado pela filha de Juliana, de 10 anos, e por uma babá da família. Segundo informações do Radar64, também estavam na casa onde o crime ocorreu uma irmã de Juliana, uma filha de Reges de 13 anos, um bebê de 11 meses, filho do casal, e outra empregada.

Redação CN