LAUDO CONFIRMA ESTUPRO COMO CAUSA DA MORTE DE MENINA DE ANOS EM FORMOSA DO RIO PRETO


O laudo pericial da morte da menina Ilana, de 3 anos de idade, divulgado nesta terça-feira, 4 de janeiro, confirmou que a criança foi vítima de estupro há cerca de 15 dias. O caso aconteceu em Formosa do Rio Preto, no oeste da Bahia. Segundo informações do delegado Joaquim Rodrigues, que investiga o crime, o estupro provocou uma embolia pulmonar causada por lesões internas no baço, fígado e pulmão. Não há suspeitos do crime. O caso é investigado e todas as pessoas próximas à vítima serão ouvidas. O Conselho Tutelar de Luís Eduardo Magalhães vai informar à comarcada de Formosa do Rio Preto, para que sejam verificadas as condições das outras crianças da família.

CASO

A menina de 3 anos de idade morreu na tarde da última segunda-feira, 3 de janeiro, na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Segundo o delegado Joaquim Rodrigues, uma médica denunciou que a criança apresentava indícios de estupro. De acordo com o delegado, o caso aconteceu por volta das 15h30, na localidade conhecida como “Vila São Pedro”, na zona rural de Formosa do Rio Preto, cidade a cerca de 240 km de Luís Eduardo Magalhães. A menina foi socorrida com vida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Luís Eduardo Magalhães. Conforme detalhou Joaquim Rodrigues, a menina, que completaria 4 anos, em março deste ano, foi atendida, medicada e intubada, mas não resistiu. (G1)

Redação CN