‘Tinha só 13 anos, tinha tudo pela frente’, diz avó de adolescente morta pelo namorado

Eduarda Karollaine Gallardini, de 13 anos, foi enterrada nesta quarta-feira (5/1), em Bela Vista do Paraíso, no norte do Paraná. A vítima foi morta a facadas, na terça-feira (4), em Sertanópolis, também no norte, e um homem de 19 anos foi preso como suspeito de feminicídio e estupro de vulnerável, segundo a Polícia Civil.

De acordo com a Polícia Militar (PM), o suspeito disse ser namorado da vítima e, após o crime, atualizou o status em uma rede social para “viúvo”. Além disso, o rapaz ligou para a polícia confessando o crime.
A família disse que não conhecia o rapaz e não sabia do relacionamento dos dois.
“Nem sei o que vai acontecer com a gente, porque ainda não caiu a ficha que ela está morta. Está sendo muito difícil para a gente. A gente está sem chão, a gente quer justiça porque ela tinha só 13 anos, tinha tudo pela frente”, disse a avó da vítima, Tereza André.
Segundo a avó, o crime chocou toda a família. A mãe da vítima, por exemplo, precisou ser medicada após descobrir o ocorrido.
“É na base do calmante, né? E ela [a mãe] está esperando que ela [filha] chegue. Está muito difícil para a gente.”
Segundo o tenente da PM que atendeu à ocorrência, Emerson Castro, o jovem disse à polícia que viu a vítima com outro homem, ficou enfurecido e, por isso, foi para casa buscar uma faca para matar o casal.
A Polícia Civil informou que está realizando diligências complementares, para esclarecer as circunstâncias do caso. O inquérito policial é conduzido pela Delegacia de Sertanópolis.
Segundo a PM, o jovem foi preso em flagrante como suspeito de feminicídio. Nesta quarta-feira, ele continua preso, agora, preventivamente.
A faca usada no crime estava a pouco metros do corpo da vítima e foi apreendida.

Redação CN