Aglomeração em festa particular durante Lavagem do Bonfim gera revolta na web

Sem o sagrado em 2022 devido ao aumento no número de casos de Covid-19 na Bahia, era esperado que o lado profano da Lavagem do Bonfim, tradicionalmente celebrada na segunda quinta-feira do ano, após a festa do Terno de Reis, também ficasse de lado.

A lógica, no entanto, não foi posta em prática e uma grande celebração realizada no Terminal Náutico, na última quinta-feira (13), chamou atenção de forma negativa nas redes sociais.

“O lado de fora estava outra festa com os ambulantes e pessoas. Estava parecendo a festa do Bonfim normal”, comentou um internauta. “Sem noção é quem vai. Absurdo é precisar de um decreto pra se cuidar”, escreveu outra.

“Se o povo tivesse consciência não tinha ninguém lá… Mas como só vivem de festa!”, lamentou outra.

Imagens aéreas do evento ‘Me Leva Pro Bonfim’, realizado pela JPP Promoções e Eventos, com shows de Péricles, Tiee, Revelação, Escandurras, Samba e Suor, Fora da Mídia e DJ Raffa Maciel, viralizaram na web mostrando o espaço lotado.

A empresa responsável pelo evento garantiu que a festa não desobedeceu a nova regra imposta pelo governo para a realização de shows, a de um público com até 3 mil pessoas. Segundo a JPP Promoções e Eventos, a festa teve 2.580 pagantes.

Após a repercussão do evento, o governador Rui Costa (PT) afirmou que irá penalizar estabelecimentos que desrespeitarem limite de público em eventos na Bahia

Informações do Bahia Noticias

redacao