Mulher de Wesley Safadão é acusada de racismo por declaração sobre doméstica

A influenciadora Thyane Dantas, mulher de Wesley Safadão, foi acusada de racismo após uma postagem nas redes sociais sobre uma funcionária de sua casa. Neste sábado, ela se defendeu das críticas.

Thyane divulgou uma série de vídeos da empregada Raimunda, uma mulher negra, fazendo tarefas domésticas: “Mainha dizia que, quando eu casasse, Raimunda era minha”.

Em desabafo nos Stories do Instagram, a famosa escreveu. “É bem desafiador perceber nossos sentimentos e intenções de fala julgados por quem está muito distante e afirmando com convicção aquilo que não está dentro de nós para entender, mas, por saber da legitimidade da causa levantada, peço perdão a quem sofre tanto com esse retrocesso”. Thyane também publicou outras fotos com Raimunda em eventos especiais.

“Decidi então me pronunciar afirmando que: a Raimunda é uma das minhas principais memórias de amor, cuidado e confiança desde a infância. Ela sempre foi e sempre será alguém com quem tenho profundo vínculo de respeito, valorização e afeto, daí meu equívoco em usar uma palavra que agora foi totalmente descontextualizada para criar uma pauta legítima, mas com a história errada! Esse ambiente de ódio criado na internet constrange, assusta e mata!”, declarou.

“Lamento profundamente a realidade que tantos vivem e sofrem por condições estruturais, e jamais quero fazer parte de qualquer coisa que não dignifique meu próximo”, acrescentou a mulher.

“A minha intenção de fala foi baseada no imenso amor e afeito que nutrimos entre nós e nesse ambiente familiar seguro e livre da maldade sempre repercutida por quem faz de debates legítimos causas de ataques pessoais e assim fomentam agressões e ofensas gratuitas e desproporcionais! Raimunda, te amo sempre”, finalizou.

redacao